Coração

20140324-005631.jpg

Perpetuo silêncio meu
Aqui
Onde todas as fendas se abrem
Onde habita toda a escuridão
De um coração sepultado

Perpetuo silêncio meu
Aqui
Onde permaneces agarrado,
Torneado por placas laminadas, carregadas
De caminhos tortuosos
Desnudos e reais

Deixo-te ficar,
Aqui!
Por mais nada saber fazer

Com meu silêncio te salvei
De morte não sofreste
Por vida não suplicaste
A ti, te dou!
A ti, te deixo
O meu silêncio crucificado!

Anúncios

Vertical

20140311-025512.jpg

Uma intensa noção de fusibilidade. Não fosse todo o percurso feito de ordens, preocupações minuciosas, mãos e bocas, eu pensaria que inteligência fosse o seu epitáfio. Mas, talvez seja a grandiosa característica que o mantém todos os dias activo. Menciono vernáculo quando se encontra na horizontal, envolto em panos e sobre nuvens, descuidado de beleza, submisso à natureza como foi concebido aos Deuses. Menciono irascível porque enquanto todo o seu poder perdura na vertical, como quando Cristo foi crucificado com Seu corpo derramado em sangue, o seu poder derrama jarros embebidos em leite. Enquanto o Seu sangue coagulava, o seu derrame permanece fluido e de todo o mundo. Não fosse a sua noção ignorante de fusibilidade, eu acharia que não ser ignorante fosse igual a permanecer vertical durante toda a sua existência.