Na tua ausência

  
Deitada aqui
Onde teu corpo costuma estar
Onde teu abraço eu agarro
Presa por nuvens de imaginação
Mantenho-me nesta cama

Vulgaridade para muitos
Sonhos para outros
Para mim, uma angústia!

Meu coração torna-se vazio com a tua ausência
Sem o teu sorriso ao meu lado

Com o toque dos teus dedos no meu corpo, aqui fico eu
Garantindo que os meus sonhos são reais
Crenças minhas estão a ser ouvidas
E meu coração está vazio
De não te ter fisicamente
Mas mais cheio do que algum dia consegui imaginar!