Morte sem nascimento

20131130-185633.jpg

Agora que te choro
O teu silêncio perdura sem fim

Aquele som que não ouço
Aquela dor que há muito não sentia

Partiste meu coração
Sem nele teres tocado
Fantasiaste a minha alma
Como se eu tua fosse

Vai-te embora para o teu sempre
Tua musa não desejo eu ser
Se me feres sem entender
Que o teu silêncio
Mata-me a sofrer!

Anúncios

Alemão meu, lago nosso!

20131114-191118.jpg

Lágrimas alemãs,
Onde andais vós?
Se vos procuro
e nada vejo
Se vos sinto
e nada encontro

Juntai vossa dor a outras lágrimas mais
Para um lago ser criado
De mar cristalino e sonhador
Para meu corpo conseguir entrar,
Mas cuidado com seu tamanho
Porque minha alma está dentro dele
Crucificada pela ignorância
Das vossas lágrimas mais proibidas

Lágrimas vossas, vão-se embora!
Não quero saber porque vieram
Porque eu as salivei ontem à noite
Com meus lábios no vosso lago

Criar um anjo
É meu desejo, para vós

Salvai vosso coração
Acreditando que nunca podereis esquecer
O verdadeiro amor que vos faz chorar
Esta noite
Amanhã
E sempre!